Quem sou eu

Sou jornalista, escritora, pesquisadora, documentarista, empreendedora e mãe.

Autora do livro “Kaddish – Prece por uma desaparecida”, lançado pela Editora Letramento. É a biografia de Ana Rosa Kucinski, desaparecida política da ditadura militar.

Mestrado na Área de Ciências da Comunicação pela UMESP e doutorado em Teoria da Comunicação pela ECA – USP. Minha principal área de pesquisa é sobre livros, cultura e repressão durante a Ditadura Militar.  (aqui meu currículo lattes).

Meu trabalho como pesquisadora e como escritora se baseia, quase que exclusivamente, na questão da memória. Como a construção coletiva da história, através das testemunhas e objetos testemunhais, afetam nossa relação com o presente. A identidade (individual e coletiva) se alimenta da memória. Por isso é essencial trabalhar de forma que a memória coletiva sirva para a libertação das mulheres e dos homens.

Produzi e dirigi o documentário “CORATIO” – sobre a violência de Estado do tempo da ditadura até os dias de hoje. O filme foi financiado coletivamente pelo Catarse e está disponível na Plataforma VideoCamp e no Vimeo.

Sou jurada do Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco de Direitos Humanos, ligado ao Prêmio de Direitos Humanos Vladimir Herzog.

Trabalhei por 12 anos na TV Globo São Paulo, como produtora e editora, especialmente no Globo Natureza, Globo Amazônia e Globo Rural. Fiz reportagens e escrevi para a Pública – Agência de Jornalismo Investigativo, Revista Época, Diário do Grande ABC, UOL, Cientista que Virou Mãe, entre outros. Ganhei seis prêmios de jornalismo pelas reportagens produzidas.

Em setembro de 2017 me tornei empreendedora com a Qiri – Alegria em Madeira. É uma marcenaria que faz brinquedos educativos e objetos infantis. Vai lá conhecer: www.qiri.com.br

Sou mãe da Tarsila e do Ernesto.

Feminista interseccional. Antirracista. Ativista dos Direitos Humanos. Entusiasta da Escola Pública de Qualidade. Acredito que o Amor é revolução.